domingo, 29 de maio de 2011

Em Nome do Amor


É assim o amor, portador de grandes milagres!...
É assim que devemos comportar em todos os dias das nossas vidas.
Essa é a nossa atitude, legatários que somos do amor de Deus nestes tumultuados dias da Humanidade.
Ouvistes a proposta do amor estes três dias.
Acompanhastes a trajetória do amor através das mensagens que vos foram dirigidas.
Sentistes o calor do amor em vossos corpos e a sua proposta em vossas emoções.
Ide, agora, e incendiai a Terra!...
O amor quando alcança as paisagens do coração arde e nenhum vendaval logra apagar a chama que crepita, transformando aquele que a carrega em facho de luz.
É noite na Terra, filhos da alma, e é indispensável que vos transformeis em estrelas para diminuir a escuridão que se abateu subitamente sobre a sociedade.
Jesus chama-nos desde há dois mil anos, e o Consolador convoca-nos para que não digamos amanhã...
Agora, meus filhos, é o instante de atearmos o incêndio que irá renovar as paisagens ermas do Planeta de Provas, a fim de que logo mais a Regeneração tome conta de todos os corações.
Não postergueis a oportunidade de amar.
Não revideis ofensa por ofensa, nem mágoa por mágoa ou dardo por dardo.
Convocados a expor a verdade, não vos transformeis em sicários de outras vidas.
Envolvei a verdade na lã do Cordeiro de Deus e atirai-a naqueles que dormem na ignorância ou que se encontram anestesiados pela ilusão, lembrando-vos de Jesus, afirmando: Eu venci o mundo.
Nem todos vencereis no mundo, mas se quiserdes vencereis, sim, o mundo das paixões perturbadoras e perversas...
Ide, pois, e amai!...
Esta é a hora de instaurardes na Terra a proposta de Jesus, construindo o mundo novo que já se encontra em vossos corações.
Muita paz, meus filhos!...
Com um abraço carinhoso, o servidor humílimo e paternal de sempre,

Bezerra.
Mensagem psicofônica recebida pelo médium Divaldo Pereira Franco, no encerramento da VI Conferência Estadual Espírita, em 25 de abril de 2004, no Palácio de Cristal, em Curitiba-PR.
Em 28.12.2010.
 
  

Propague o Amor S2

Para todos os lados que olho, vejo pessoas praguejando, reclamando apontando o dedo e fico pensando o porque de tanto raiva. Até os fil...