Pular para o conteúdo principal

O Começo



Hoje vou contar como conheci o espiritismo.

Desde de menina, eu via vultos, sentia quando meus pais ou meus irmãos estavam precisando de alguma coisa, enfim sempre tive essa sensibilidade.

Quando já estava na adolescência, minhas amigas sempre vinham se aconselhar comigo, elas falavam seus problemas e eu sempre conseguia ajudá-las, mas depois que elas iam eu ficava muito mal, me sentia pesada, desanimada.

Minhas amigas me chamavam de “bruxinha” porque na maioria das vezes o que eu dizia pra elas que poderia acontecer realmente acontecia.

Logo que me casei quebrei o pé, e aí aconteceu a primeira prova que o mundo espiritual existe. Durante a cirurgia para a colocação de pinos no meu tornozelo, eu tive uma parada respiratória e vi minha avó, já falecida a 9 anos, num canto da sala de cirurgia e senti que tudo ia dar certo.

Depois da cirurgia eu sentia muita dor e mal conseguia dormir, então numa noite quando sentia muita dor estava tentando dormir eu vi duas pessoas mexendo no meu pé, sabia que eram espíritos, mas estava com tanta dor que nem tive medo, logo depois meu pé parou de dor e nunca mais dou. Eu achei que eram meus anjos da guarda e só agradeci.

Meses depois eu engravidei da minha única filha, foi uma gravidez complicada, por questão de saúde, sentia dentro de mim que ela não nasceria perfeita, mas pra mim se ela tivesse saúde bastaria.

Quando chegou a hora dela nascer, quase morri, tive alguns problemas na hora do parto e novamente vi minha avó do meu lado e me acalmei.

Minha filha nasceu com alguns problemas e quase morreu, mas felizmente ela superou as dificuldades e está linda e forte hoje.

Mas com esses problemas que ela nasceu as pessoas começaram a dizer que a culpa era minha e com isso caí em depressão e foi aí que minha melhor amiga me apresentou o espiritismo e foi aí que entendi que eu não tinha culpa e comecei a estudar e aprender.

Esse foi um resumo de como eu conheci o espiritismo, vou contar o meu passo - a - passo pra vocês de tudo o que passei e de tudo que superei até chegar aqui.


Pris Benedetti

“Retirar lucros eternos de perdas temporárias.”

André Luiz

Comentários

  1. Em nossas vidas ou aprendemos pelo amor ou pela dor. Infelizmente a maioria de nós aprendemos pela dor.......

    ResponderExcluir
  2. O que lhe foi um amontoado quase insuportável de problemas e medos, hoje lhe são maravilhosos passos que lhe conduziram até uma melhor compreenção do mundo. Tenho certeza que você agradece a Deus todos os dias por ter passado por essas diversidades, não é mesmo?

    Mas continue, conte-nos com detalhes! Mostre-nos como Deus está presente dioturnamente em nossas vidas!

    Grandes e fraternais abraços.
    Estou aguardando!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Meus queridos amigos!
Obrigada pelo carinho e atenção de todos vocês!
Seus comentários são muito importantes pra mim.
Beijinhos

Pris

Postagens mais visitadas deste blog

Segredos da Alma

Essa semana terminei de ler o livro Segredos da Alma ( escrito por Mônica de Castro- ditado por Leonel). Confesso que foi difícil terminar de lê-lo, primeiro porque a escritora é muito detalhista e eu estou acostumada a uma leitura mais dinâmica e segundo porque por várias vezes fiquei abismada com as atitudes da personagem principal. Vou fazer um breve, bem breve, resumo do livro.
A personagem principal é Althea; ela fica muito tempo presa no umbral por seus algozes Decius que julga ama-la e Rupert o chefe. Ela se arrepende de seus erros e é resgatada pelo seu avô Joseph. Depois de recuperada ela assume uma missão e volta como Vivian.
Nessa nova oportunidade, ela teria que conter os seus instintos de mulher sedutora, teria também que resgatar algumas dívidas e ser escritora, coisa difícil, pois ela volta na Inglaterra do século XVIII, onde as mulheres não podiam ser escritoras.
Ela é orientada por seu avô e obsediada por Decius e Rupert e infelizmente Vivian sempre sede as obsessões esc…

Mensagem Espírita de Fim de Ano

Hoje é o dia que dá início a um novo ano. 
É o dia primeiro. 
Todos queremos iniciar mais um ano com esperanças renovadas.
É um momento de alegria e confraternização. 
As rogativas, em geral, são para que se tenha muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender. Mas será que se tivermos tudo isso teremos a garantia de um ano novo cheio de felicidade? Se Deus nos dá saúde, o que normalmente ocorre é que tratamos de acabar com ela em nome das festas.
Seja com os excessos na alimentação, bebidas alcoólicas, tabaco, ou outras drogas não menos prejudiciais à saúde. 
Não nos damos conta de que a nossa saúde depende de nós. Dessa forma, se quisermos um bom ano, teremos que fazer a nossa parte. Se pararmos para analisar o que significa a passagem do ano, perceberemos que nada se modifica externamente. 
Tudo continua sendo como na véspera. 
Os doentes continuam doentes, os que estão no cárcere permanecem encarcerados, os infelizes continuam os mesmos, os criminosos seguem arquitetando seus crimes, e assi…

Fluidos, Sugadores de Energia, Parte 2/6

NECESSIDADE DE UMA CARGA ENERGÉTICA VITAL
Todos nós possuímos necessidade de umacargaenergética vitalparanutrirnossoscorposfísicoe espiritual. A medida que gastamos a carga energética vital ela deve ser reposta, os mecanismos naturais de recomposição (respiração, alimentação, absorção fluido Cósmico universal e fluido vitais através dos chacras, etc). A reposição dessa carga energética vital na quantidade mínima que necessitamos para manter a vida depende de vários fatores, tais como: o modo de vida, o meio, a qualidadedospensamentos, dos sentimentos, das sensações, entre outros.
NUTRIÇÃO ENERGÉTICA
Uma parte da energia que precisamos nós obtemos através da alimentação, ou seja, através de comida sólida e líquida, o arroz-feijão de cada dia. Outra parte das energias vitais, absorvemos através da respiração. Porém, a maior parte de energia Vital que necessitamos é extraído do Fluido Cósmico Universalque é absorvido diretamente pelo perispírito através dos centros de forças. Nossa nutrição e…