O Aprendizado não tem fim 2


Quando pensamos que a vida está estabilizada, que nada mais vai mudar, vem um furacão e muda tudo novamente.Comigo sempre foi assim, e de furacão em furacão vou sobrevivendo, rsrs.

Estava bem, a vida tranquila, quando me mudei de casa, é verdade que me mudei para uma casa própria, um sonho desde quando me casei, mas o medo de não conseguir pagar foi me minando e fui caindo em depressão novamente, mas me recuperei com a ajuda de meus grandes amigos, mas nem imaginava que a maior mudança ainda estava por vir.

Quando me mudei para minha casa convidei meus amigos para fazermos um evangelho no lar para limpar a casa, já havia me mudado outras vezes e sempre fazíamos isso.

No dia do evangelho após o termino todos nós tivemos a mesma idéia- “ Porque não tornarmos disso um hábito e sempre fazer no penúltimo sábado do mês”?- perguntou a minha amiga, nada hora nos olhamos e começamos a rir porque todo mundo teve a mesma idéia, então resolvemos adotar esse habito.

Com as reuniões aqui em casa logo saí da depressão, voltei a trabalhar fora, coisa que não fazia a muito tempo e a vida se mostrou diferente novamente.

Nossos evangelhos aqui foram se mostrando a cada dia em uma reunião espírita e não mais como um evangelho.

Estava feliz e pensava que nada mais poderia acontecer, sempre que nós encerrava-mos os trabalhos eu passava mensagens de luz e me sentia muito bem, os mentores falavam por mim, pensei:- “ Essa é minha mediunidade, transmitir os recados dos espíritos”, mas não, eu tinha algo bem maior para descobrir.

Um ano após a primeira reunião a Nane, minha amiga, trouxe uma amiga dela e conhecida minha para a reunião. Na ocasião fiquei um pouco tímida de realizar os trabalhos, mas fizemos a reunião e foi muito proveitosa. Já havíamos terminado quando ela começou a me contar seus problemas, ela me falou que sua filha estava vendo um homem sempre do lado de fora da casa, mas ela não via nada. Enquanto ela me contava eu imaginava a cena e aí pela primeira vez incorporei, meus amigos que já tinham mais experiência do que eu me socorreram e prosseguimos com a sessão de desobsessão. Num primeiro momento fiquei assustada com aquilo, mas rapidamente me acalmei.

Conseguimos ajudar o rapaz que realmente a perseguia e então descobri que sou médium de incorporação. Não fico fora de mim, fico lúcida e consigo controlar o que o espírito vai dizer. É uma sensação estranha, pois me vejo desdobrada em 3 e isso me assustou nesse dia, mais meu mentor me ajudou a continuar e ajudar esse rapaz.

Eu que morria de medo de espíritos, não podia nem ouvir falar que já me arrepiava inteira, agora estava ajudando-os. Era um misto de felicidade e terror ao mesmo, porque enquanto você lê nos livros é tudo lindo, mas quando sai dos livros para sua vida...

É como se a história de princesa tivesse ganho vida própria, mas a bruxa também veio e aí você se pergunta e agora? O que vou fazer?

Encarei as bruxas que vieram e não foram poucas, mas quanto mais eu as enfrentava mais forte ficava.

Essa nova amiga trouxe pra mim uma vontade enorme de aprender mais, para ajuda-la com seus problemas espirituais que não eram poucos. Fiz um intensivão de mediunidade com ela.

Ela participava conosco e eu sempre tentando resolver as coisas para ela, mas não podemos nem devemos resolver algo por alguém, a pessoa tem que se ajudar e não foi o caso. Ela se foi e eu aprendi a lição, que devemos auxiliar ao próximo e não tentar fazer por ele.

Algumas lições foram aprendidas nesse tempo, mas não parou por aí...

Continua.


Pris


Aprenda, com a Sabedoria Divina, a desculpar infinitamente, construindo e reconstruindo sempre para o infinito bem.
Autor desconhecido

Comentários

  1. Que bela história, Pris!!! Emocionante!!!

    Gostei de ler... Talvez tenha me dado a luz que precisava! Obrigada!

    Agradeço também o comentário no meu blog. Estou muito satisfeita em ver que copiou o selinho da Gentileza!!!

    Um grande beijo no seu coração :*

    Fique com DEUS :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Pris!!

    Eu também participo de um trabalho de orientação espiritual, comigo aconteceu algo um pouco parecido, me descobri no trabalho e aí parti realmente para o aprendizado o qual, acredito que nunca terá fim.
    Agora me encontro afastada pois tenho uma bebê de 3 meses e a recomendação foi essa, mas continuo frequentando a casa, assistindo ao Evangelho e tomando o passe.
    O trabalho é maravilhoso e descobrimos que através da ajuda dada também somos ajudados.

    Beijos e obrigada pela presença lá no meu cantinho....

    Lu

    ResponderExcluir
  3. A mediunidade, além de ser ferramenta para auxiliar o próximo, é compromisso assumido pelo médium ainda no plano espiritual e oportunidade de redenção.
    por todos estes motivos, deve ser encarada com muita seriedade e estudos.
    Que Deus ilumine tua caminhada tão bonita de auxilio...
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Agradeço aos comentários.
    Fico feliz em saber que de algum modo ajudei a Lucinha, que minha história lembra um pouco a da Luciana e pode ter certeza que levo minha mediunidade muito a sério Jeanne.
    Só tenho a agradecer a Deus por tudo de bom que ele faz por mim, inclusive a idéia de fazer esse blog foi sugestão do meu mentor.
    Para as minhas três novas amigas e a todos que lerem esse blog muito obrigada de coração!

    Pris

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Meus queridos amigos!
Obrigada pelo carinho e atenção de todos vocês!
Seus comentários são muito importantes pra mim.
Beijinhos

Pris

Postagens mais visitadas deste blog

Segredos da Alma

Mensagem Espírita de Fim de Ano

Fluidos, Sugadores de Energia, Parte 2/6