quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Fluidos, Sugadores de Energia, Parte Final

FLUXO E REFLUXO DAS ENERGIAS SUGADAS


Quando um deles estabelecer um ponto que demonstre certa vantagem sobre o adversário, seu campo criará um movimento que parecerá sugar o campo de energia do outro. Mas aí, quando a outra pessoa fizer sua refutação, a energia refluirá novamente para ela. Em termos da dinâmica dos campos de energia, marcar o ponto parece significar apoderar-se de parte do campo de energia do adversário e puxá-la para dentro de si.


A MAIOR VIOLÊNCIA COMETIDA PELOS SUGADORES DE ENERGIA


A pior violência que os sugadores de energia fazem é escolher como suas vítimas as pessoas que se encontram enfraquecidas, porque estão entregues a doenças físicas, ou perturbadas psiquicamente, e ou ainda, sendo vampirizadas por espíritos que a induziram a processos obsessivos.

O QUE ACONTECE QUANDO MÉDIUM QUE TEM CARÊNCIA DE ENERGIA VITAL

Toda pessoa que tem sentimentos negativos produz pouco fluido vital e dificulta o fluxo. Toda a pessoa que tem sentimentos negativos tem carência energética vital, portanto,ao dar passe o passista irá vampirizar o paciente sugando a carga energética vital.


Fumar gasta muita energia vital. Se embriagar gasta muita energia vital. Toda a pessoa que fuma ou bebe tem carência energética vital, portanto, ao dar passe o médium irá vampirizar o paciente sugando a carga energética vital.


O médium que tem vícios ao dar passagem psicofônica sugará a energia vital do espírito

comunicante. Idem para qualquer outro tipo de mediunidade. Mágoas, más paixões, egoísmo, orgulho, vaidade, cupidez, vida desonesta, adultério etc, também causam deficiência energética vital.
O passista não precisa ser um santo, mas necessita esforçar-se na melhoria íntima e no aprendizado intelectual. Todos podemos ministrar passes, porém é necessário um mínimo de preparo moral a fim de que realmente possamos ajudar.

DOAR ENERGIA COM AMOR NÃO NOS FARÁ FALTA
Não nos esqueçamos, vivemos ligados a uma Fonte Inesgotável de Energias vitais. Se estivermos com a nossa carga de energia vital completa, não sentiremos falta quando outras pessoas absorverem energias de nós. Pelo contrário nos sentiremos felizes de poder doar a nossa energia vital com amor. Doar energia vital com amor não nos fará falta. Porém, para doar energia vital com amor temos que cuidar dos nossos pensamentos e sentimentos.



O PAPEL DO AMOR

Quando começamos a apreciar a beleza, admirar detalhes e prestar atenção nas coisas, nas pessoas, passaremos a contemplar o princípio da emoção de amor.
O papel do amor está mal compreendido. Devemos sentir amor por tudo. O amor não é uma coisa que devemos fazer para ser bons ou tornar o mundo um lugar melhor, por alguma abstrata responsabilidade moral, ou porque devemos desistir de nosso hedonismo.
Quando chegarmos a um nível em que sentirmos as energias de amor vindo das outras pessoas, poderemos mandar a energia de volta, agora agregada com o nosso amor, é só desejar.
E ninguém se sentirá mais fraco por isso, porque estaremos recebendo mais energia de uma fonte inesgotável, que é o cosmos.
Se ligar na energia cósmica provoca emoção, depois euforia e depois amor. Encontrar bastante energia para conservar esse estado de amor sem dúvida faz bem ao mundo, porém mais diretamente a nós.
Lembre-se de parar quantas vezes for preciso para se religar com a energia cósmica. Permaneça cheio, permaneça em estado de amor. A maior caridade que podemos fazer para o próximo é DOAR AMOR.



Vampirismo/Sugadores de Energias

01. Nosso Lar - pág. 31 e 168

02. Missionários da Luz - cap. 4; cap.6 pág. 62; cap. 11 pág. 129, 135 e 137.

03. Obreiros da Vida Eterna - cap. 18 pág. 276 e 279

04. No mundo Maior – cap. 14 pág. 192 e 196

05. Libertação – cap. 4 pág. 62; cap. 9 pág. 115

06. Entre a Terra e o Céu – cap. 5 pág. 32 a 34; cap. 23 pág. 141

07. Nos Domínios da Mediunidade – cap. 6 pág. 54 e 59; cap. 13 pág. 123

08. Evolução em Dois Mundos – 1ª parte cap. 15

09. Mecanismos da Mediunidade - cap. 15 pág. 114; cap. 16 pág. 119

10. Sexo e Destino - 1ª p. cap. 6 pág.50; cap. 8 pág. 83; 2ª p. cap. 8 pág. 255

11. Os Mensageiros – pág. 209

12. A vingança do Judeu – pág. 9

13. Espírito, Perispírito e Alma – pág. 129

14. História da Mediunidade – pág. 475

15. Ide e Pregai – pág. 57

16. Mediunidade (J.H.Pires) – pág. 57, 64, 118, 141, 244

17. Pérolas do Além – pág. 231

18. Revista Espírita/1860 – pág. 357 (Nov)

19. Sobrevivência e Comunicabilidade – pág. 284

20. Tramas do Destino – pág. 283

21. Universo e Vida – pág. 86

22. Vampirismo – Toda a obra.

Um comentário:

  1. Parabéns Pry,maravilhosa msg e orientação.Exelente inicio e explendido final,ou seja uma introdução e fechamento para argumentarmos qd formos orientarmos alguém.pq quem não precisa de uma boa injeção de ânimo com palavras harmoniosas kkk.Resumindo Pensamentos positivos geram sempre coisas positivas.um grde abraço fraterno

    ResponderExcluir

Meus queridos amigos!
Obrigada pelo carinho e atenção de todos vocês!
Seus comentários são muito importantes pra mim.
Beijinhos

Pris

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...