Pular para o conteúdo principal

Administrando o Medo


          Recente pesquisa revelou que muitos brasileiros vivem dominados pelo medo.

        Medo que vai desde o de ser assaltado, perder um filho, descobrir que tem uma doença grave, não conseguir pagar as contas, a sofrer um acidente, ter um ataque cardíaco ou perder o parceiro.

        Alguns dos entrevistados revelaram que nem saem de casa ou que, em casa, vivem em sobressalto, ao menor ruído estranho.

        Naturalmente, vivemos num mundo onde há muita violência, maldade e dificuldades.

        Mas é importante se pense um pouco, a fim de não se engrossar o rol dos que vivem sob a injunção do medo, perdendo anos preciosos das próprias vidas.

        Assim, não sofra por antecipação. Algumas pessoas, sugestionáveis, assistem imagens violentas na TV e acham que fatos como aqueles poderão acontecer com alguém da sua família.

        Tomar precauções é recomendável. A ninguém se pede que seja incauto, imprevidente.

        Mas daí a ficar pensando, a toda hora, que algo terrível vai acontecer, será o mesmo que desistir da vida desde agora.

        Pessoas que assim agem podem não se tornar vítimas de acidentes, de assaltos ou de doenças, mas do próprio medo.

        Medo que as manterá infelizes, isoladas.

        Por isso, nunca deixe que o medo o paralise. Faça o que tiver que fazer: ir à escola, às compras, ao templo religioso.

        Se enfrentar medos e preocupações sozinho lhe parecer difícil, procure ajuda. Pode ser de um psicólogo, de grupos de pessoas que sofrem problemas semelhantes ou de um bom amigo.

        E, em vez de se torturar com uma infinidade de contas a pagar, pense mais antes de adquirir o novo eletrodoméstico, de realizar a viagem dos seus sonhos, comprar a roupa da moda.

        Aprenda a viver de acordo com os recursos que dispõe. Dê um passo de cada vez. Planeje férias com antecedência. Programe-se.

        Não gaste tudo que ganha. E, muito menos, não gaste o que ainda não ganhou.

        Não fique pensando em ganhar na loteria, na sena, na loto, no programa televisivo. Trabalhe e sinta orgulho de poder, com seu próprio esforço, ir adquirindo o de que necessita.

        Em vez de ficar pensando na possibilidade de se manifestar essa ou aquela doença terrível, opte por fazer check-up anual.

        Não espere para ir ao médico somente quando a dor o atormente, um problema de saúde se manifeste.

        Procure o médico para saber se está tudo bem com você. Faça exames. Pratique exercícios sob supervisão.

        Ande até a panificadora, em vez de ir sempre de carro. Pratique jardinagem, lave o carro.

        Pense, sobretudo, positivamente: Deus protege a minha vida. Sou abençoado por Deus. Sou filho de Deus.

        Trabalhe com alegria, ganhando as horas. Não transforme o seu ambiente profissional em um cárcere de torturas diárias.

        Sorria mais. Faça amigos. Converse com os amigos. Estabeleçam, entre vocês, um cuidado mútuo.

        Isso no que se refere a você, aos seus filhos, ao seu patrimônio.

        Unidos seremos fortes.

        Enfim, não tenha medo do medo. Ele é um legado saudável e protetor. Mas se torna um problema quando fica exagerado ou irracional.
* * *
        Mantenha sua confiança em Deus, que governa o mundo e zela por sua vida.

        De todos os medos o que mais o deve preocupar é o de perder a presente reencarnação, por comodismos e invigilância.

        E para este, a melhor solução é realizar, a cada dia, o melhor de si, entregando-se a Deus.
Redação do Momento Espírita com base no artigo
Você tem medo de quê?, da 
Revista Seleções do
Reader´s Digest, de fevereiro de 2006.
Em 02.05.2008. 
www.momento.com.br | suporte@momento.com.br

Comentários

  1. Excelente texto, que bom que está compartilhando conosco.

    Ter alguma precaução pode nos ajudar, mas ter medo jamais, ele aprisiona, muitas vezes chega a paralisar...e no fundo, medo não protege ninguém.

    Algo sério e que com certeza merece reflexão e se preciso ajuda terapêutica para ser resolvido.

    Beijinhos e que sua semana seja linda...
    Valéria

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Meus queridos amigos!
Obrigada pelo carinho e atenção de todos vocês!
Seus comentários são muito importantes pra mim.
Beijinhos

Pris

Postagens mais visitadas deste blog

Segredos da Alma

Essa semana terminei de ler o livro Segredos da Alma ( escrito por Mônica de Castro- ditado por Leonel). Confesso que foi difícil terminar de lê-lo, primeiro porque a escritora é muito detalhista e eu estou acostumada a uma leitura mais dinâmica e segundo porque por várias vezes fiquei abismada com as atitudes da personagem principal. Vou fazer um breve, bem breve, resumo do livro.
A personagem principal é Althea; ela fica muito tempo presa no umbral por seus algozes Decius que julga ama-la e Rupert o chefe. Ela se arrepende de seus erros e é resgatada pelo seu avô Joseph. Depois de recuperada ela assume uma missão e volta como Vivian.
Nessa nova oportunidade, ela teria que conter os seus instintos de mulher sedutora, teria também que resgatar algumas dívidas e ser escritora, coisa difícil, pois ela volta na Inglaterra do século XVIII, onde as mulheres não podiam ser escritoras.
Ela é orientada por seu avô e obsediada por Decius e Rupert e infelizmente Vivian sempre sede as obsessões esc…

Mensagem Espírita de Fim de Ano

Hoje é o dia que dá início a um novo ano. 
É o dia primeiro. 
Todos queremos iniciar mais um ano com esperanças renovadas.
É um momento de alegria e confraternização. 
As rogativas, em geral, são para que se tenha muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender. Mas será que se tivermos tudo isso teremos a garantia de um ano novo cheio de felicidade? Se Deus nos dá saúde, o que normalmente ocorre é que tratamos de acabar com ela em nome das festas.
Seja com os excessos na alimentação, bebidas alcoólicas, tabaco, ou outras drogas não menos prejudiciais à saúde. 
Não nos damos conta de que a nossa saúde depende de nós. Dessa forma, se quisermos um bom ano, teremos que fazer a nossa parte. Se pararmos para analisar o que significa a passagem do ano, perceberemos que nada se modifica externamente. 
Tudo continua sendo como na véspera. 
Os doentes continuam doentes, os que estão no cárcere permanecem encarcerados, os infelizes continuam os mesmos, os criminosos seguem arquitetando seus crimes, e assi…

Fluidos, Sugadores de Energia, Parte 2/6

NECESSIDADE DE UMA CARGA ENERGÉTICA VITAL
Todos nós possuímos necessidade de umacargaenergética vitalparanutrirnossoscorposfísicoe espiritual. A medida que gastamos a carga energética vital ela deve ser reposta, os mecanismos naturais de recomposição (respiração, alimentação, absorção fluido Cósmico universal e fluido vitais através dos chacras, etc). A reposição dessa carga energética vital na quantidade mínima que necessitamos para manter a vida depende de vários fatores, tais como: o modo de vida, o meio, a qualidadedospensamentos, dos sentimentos, das sensações, entre outros.
NUTRIÇÃO ENERGÉTICA
Uma parte da energia que precisamos nós obtemos através da alimentação, ou seja, através de comida sólida e líquida, o arroz-feijão de cada dia. Outra parte das energias vitais, absorvemos através da respiração. Porém, a maior parte de energia Vital que necessitamos é extraído do Fluido Cósmico Universalque é absorvido diretamente pelo perispírito através dos centros de forças. Nossa nutrição e…