terça-feira, 12 de abril de 2011

Aonde Vamos Parar?


Certa vez, ouvi de uma palestrante que estava faltando oração no mundo, que por isso estava havendo tantas tragédias.
Na época não dei tanta atenção para sua palavras, mas hoje diante de tantos acontecimetos, me coloquei a pensar e cheguei a conclusão que ela estava certa.
Os acontecimentos no Japão, me tocaram fundo, não tenho parentes, nem tão pouco conheço ninguém de lá, mas a cada cena, a cada imagem que via na TV me chocava e orava por aquelas pessoas e seus familiares. Foi tudo muito triste.
Agora vendo essa tragédia no Rio de Janeiro, onde inocentes pagaram com suas vidas por irresponsabilidades de terceiros, não posso fingir que é normal e deixar passar em branco.
Sei que aqui, só coloco textos de ensinamentos, auto-ajuda, mas se você ler até o final vai entender.
Passei o final de semana ouvindo falar no homem que atirou, nas crianças que desencarnaram, mas pouco se falou nos policiais que evitaram uma tragédia ainda maior e eu me pergunto, por quê?
Por que não falar dos heróis?
Por que não dar maior destaque para os atos de solidariedade?
Por que preferimos cultivar o ódio ao amor?
Meus queridos leitores, aonde vamos parar?
Devemos seguir as palavras do mestre Jesus que nos ensinou o significado da palavra amor, não digo aqui para amarmos o que cometeu o erro e sim transmitir amor as famílias que perderam seus filhos, aos que desencarnaram e aos que sobreviveram.
A nós não nos cabe julgar, então não alimentemos o ódio e sim o amor, não fiquemos lembrando do assassino e sim dos assassinados com pensamentos de amor.
O mundo é cruel, pois não estamos aqui a passeio e sim para aprender.
Lemos textos de Chico Xavier ditados por Emmanuel e André Luiz, Divaldo que escreve por Dr. Bezerra de Menezes e Joanna D'Angelis e achamos tudo tão lindo, palavras de amor que nos incentiva ao amor e quando temos a oportunidade de expressar o amor ficamos presos ao ódio.
O que esse homem  fez cabe a Deus julgar e a nós nos resta orar e emitir ondas de carinho, amor e solidariedade aos que se foram e seus familiares.
Meus irmãos, não se esqueçam que ódio gera ódio e amor gera amor.
Sigamos o exemplo dos nossos irmãos do Japão, que mesmo diante do caos, seguem suas vidas da melhor maneira possível, oram pelos seus que se foram e para terem forças para recomeçar.
Fica aqui a dica, diante da tragédia ao invés de reclamar, vamos orar e pedir forças à Deus para recomeçar com muito amor no coração!

Pris Benedetti

2 comentários:

  1. Boa tarde !!

    Lembre-me do profeta Gentileza ...com sua túnica branca pregava a paz , o amor e a gentileza .

    Gentileza gera Gentileza !! Saudade do profeta!!

    Uma linda tarde !! Beijos !!

    ResponderExcluir
  2. Pris aplusos pra ti amiga, voce escreveu lindamente o que tenho como opinião também.
    Nunca conseguiremos a partir do odio, gerar paz...
    Só o amor, a compaixão, nossos melhores pensamentos, sentimentos, orações, podem ajudar amenizar, consolar, curar, e transformar o mundo.
    Beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir

Meus queridos amigos!
Obrigada pelo carinho e atenção de todos vocês!
Seus comentários são muito importantes pra mim.
Beijinhos

Pris

De Volta para Casa

Recebi esse vídeo hoje de uma amiga muito querida e gostaria de compartilhar com vocês. Esse vídeo me fez repensar sobre vários aspectos da...