Saldo e Extra


          O homem comum, em todas as latitudes da Terra, guarda, habitualmente, o mesmo padrão de atividade normal.
          Alimenta-se. Veste-se. Descansa. Dorme. Pensa. Grita. Procria. Indaga. Pede. Reclama. Agita-se.
          Em suma, consome e, muitas vezes, usurpa a vitalidade dos reinos que se lhe revelam inferiores.
          É o serviço de evolução.
          Para isso, concede-lhe o Senhor grande quota de tempo.
          Cada semana de serviço útil, considerada em seis dias ativos, é constituída de 144 horas, das quais as criaturas mais excepcionalmente consagradas à responsabilidade gastam 48 horas em trabalho regular.
          Nessa curiosa balança, a mente encarnada recebe um saldo de 96 horas, em seis dias, relativamente ao qual raríssimas pessoas guardam noção de consciência.
          Por semelhante motivo, a sementeira gratuita da fraternidade e da luz para o seguidor de Cristo se reveste de especial significação.
          Enorme saldo de tempo exige avultado serviço extra.
          Em razão disso, às portas da Vida Eterna, quando a alma do aprendiz, no exame do aproveitamento além da morte, alega cansaço e se reporta aos trabalhos triviais que desenvolveu no mundo, a palavra do Senhor sempre interrogará, inquebrantável e firme:
          - "Que fizeste de mais?"
André Luiz

          
página extraída do livro "Lindos Casos de Chico Xavier" - pág 140 - LAKE - 4º ed.

Comentários

  1. Olá amiga!
    Que prazer estar aqui,e ler uma mensagem assim tão nobre!
    Parabéns pela escolha!
    Beijossssssssss

    ResponderExcluir
  2. Pris, que chamada! É verdade, quanto tempo perdemos na frente da tv, em conversar nada edificantes, dormindo, etc. Se tivéssemos consciência, aproveitaríamos melhor o tempo, pois cada existência é uma dádiva de Deus e deveria ser valorizada. Muita paz!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Meus queridos amigos!
Obrigada pelo carinho e atenção de todos vocês!
Seus comentários são muito importantes pra mim.
Beijinhos

Pris

Postagens mais visitadas deste blog

Segredos da Alma

Mensagem Espírita de Fim de Ano

Fluidos, Sugadores de Energia, Parte 2/6