O Preço da Luz


         Agradeço as preçes que me deste, sem que eu soubesse compreendê-las. 
         Roguei-te a paz e me enviaste as tribulações que me tulmutuaram o recanto da ação, compelindo-me a lutar, por dentro de mim, para asserenar aqueles que me cercam e somente após reconhecê-los tranquilos é que reconheci a paz de todos eles, habitando-me no coração. 
         Supliquei-te defesa e determinaste que forças contrárias ao meu reconforto me atingissem o espírito e o ambiente em que me encontro, obrigando-me a grande esforço para criar refúgio e apoio para quantos me confiaste ao amor e, apenas depois de observá-los felizes é que reconheci comigo a alegria de todos eles em forma de segurança. 
         Obrigado, Senhor, porque não me doaste aquilo de que eu precisava, segundo as minhas requisições e sim de acordo com as minhas necessidades . 
         E agradeço, ainda, porque me mostraste, sem palavras, a significação do ensino que transmitiste ao teu apóstolo da humildade: 
         - "É dando que se recebe."
Meimei
Extraído do livro "Deus Aguarda" - Francisco C. Xavier - ed. GEM

Comentários

  1. Lindas palavras de Meimei...
    Minha querida feliz dia das mães pra voce e lindo final de semana...beijinhos...
    Valéria

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Meus queridos amigos!
Obrigada pelo carinho e atenção de todos vocês!
Seus comentários são muito importantes pra mim.
Beijinhos

Pris

Postagens mais visitadas deste blog

Segredos da Alma

Mensagem Espírita de Fim de Ano

Fluidos, Sugadores de Energia, Parte 2/6